23 de ago de 2010

Às vezes eu fico com raiva do mundo, das pessoas, da minha vida, de mim... às vezes quero muito morrer, ou ir embora pra bem longe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário