22 de dez de 2008

quero ser john malkovich

Mais uma vez o medo... o medo que me aterroriza, me apavora e me angustia. O medo de ficar presa em minha mente, presa em pensamentos fixos que me atormentam, que me tiram a paz. Antes eram agradáveis, felizes. Eram lugares aonde eu podia ficar horas, bem comigo mesma, e com tudo que eu fazia existir. Meu mundinho, onde eu era feliz a hora que quisesse, como quisesse. Cresci assim, com esse medo de não querer sair de lá; de gostar e querer ficar pra sempre... Agora os pensamentos não são mais meus, ou são, não sei ao certo, mas machucam, corroem minha alma, me aprisionam... Quero sair dele mas não consigo, não há meio, nem oração, nem amigos, nem caralho nenhum... E grito por socorro, um socorro mudo. Ainda assim consigo ver algumas poucas mãos estendidas, mas a minha mão não as alcança... Penso se seria a morte uma salvação, para sair dessa prisão em meu próprio corpo, e deixar a minha alma voar, voar... Quero sair daqui! Quero muito! Não quero mais sentir meu coração palpitando desse jeito, todas as manhãs ao acordar. O ar me falta, as lágrimas caem sem cessar... Porque me deixei aqui? Porque me deixei assim? Pq não consigo sair de mim mesma? Das maldades que faço comigo? Queria algo que me desse um pouco de alivio... ou algum lugar aonde eu pudesse me esconder de mim mesma.
.

Um comentário: