9 de dez de 2009

"Cordélia, irmã, sai do teu claustro.
O campo envelhece vacas e mulheres.
Alimenta de novo os teus buracos
Com mastruços gentis, rombudas picas
Ou se conas quiseres para tua língua
Consigo-te às dezenas: conas maduras
Conas juvenis, conas purpúreas
Para teus represados sentimentos vis."


Hilda Hilst

Um comentário:

  1. Vc lembra do texto no filme "do começo ao fim" tbm de Hilda??

    ResponderExcluir