15 de set de 2009

coisas que quero esquecer.

às vezes sinto como se alguém tivesse roubado a minha vida... e em algum lugar vive feliz, com meu amor, com minha família, com meus sonhos... com tudo aquilo que era meu. algumas vezes fico à espreita, de observadora, rancorosa, invejosa, amarga, infeliz... deixo as lágrimas cairem. lágrimas de solidão? lágrimas de mágoas? elas caem e secam. e caem e secam. e o tempo passa. e fico aqui. viúva de mim mesmo. tentando recuperar alguns sonhos, algumas vontades... para que minha vida não seja tão vegetativa. o que busco agora? para onde vou? porque levaste meu chão embora contigo? e porque não me levaste junto? é uma dor. tento ver as cores lá fora. elas somem e aparecem o tempo todo. busco equilibrio. rezo. até tento plantar bananeira. mas a onda da inconstância sempre vem e vai. e sigo. só. dentro de mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário