6 de ago de 2009

sonhei com um bilhete dela, dizendo: "eu vou ser mamãe!". com letras graciosas e desenhos... para não parecer que me afrontava e para reafirmar sua doçura. em minha garganta, um nó. e meu coração, apertado. assim acordei, pedindo a deus para que não fosse verdade... mas até isso eu já suportaria... não é mais da minha conta... e nada vai mudar o passado, nem o presente...

Nenhum comentário:

Postar um comentário